Uma breve introdução à Arquitetura Hospitalar


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Cheguei ao 7°período da faculdade, e com ele a disciplina de projeto que tanto esperei, Arquitetura Hospitalar. Posso dizer que não tenho ideia de como será encarar esse desafio, mas é uma área que tenho muito interesse, por isso quero compartilhar tudo que pesquisar aqui com vocês, como também lá no youtube. Para começar, vou falar um pouco do que já pesquisei, e a importância da arquitetura na área da saúde e o porque me interesso por isso.

Esse projeto me chamou atenção por suas formas e materiais, principalmente a madeira, que nos dá sensação de conforto.
Primeiro devemos deletar tudo o que imaginamos quando falamos em hospitais, postos de saúde, clínicas, pois isso nos trai a ideia de um lugar, frio, comum, branco, insensível, entre outras percepções negativas. Já que a arquitetura hospitalar., tem como efeito um lugar, confortável, aconchegante, convidativo, humano, que contribua no processo de melhoria do paciente, bem como, de qualidade de vida dos acompanhantes e funcionários do local. Para isso objetiva-se desenvolver um projeto arquitetônico que contribua na senso-percepção que o usuário terá, bem como no melhor funcionamento possível para o local em questão. Desse modo, desde a infraestrutura até os revestimentos irão cooperar para o bem-estar e desempenho.

Já esse projeto, se destacou por sua simplicidade e ao mesmo tempo ousadia. Por se tratar de um hospital compacto móvel , tem vários desafios, porém todos foram alcançados e proporcionou algo com qualidade, além de ter um cuidado arquitetonico.
Desse modo podemos ver o quanto a arquitetura na área da saúde é bastante complexa, pois são diversos serviços, normas, leis, instalações diferenciadas, entre outros, que o arquiteto deverá levar em consideração e tomar como partido para que se tenha um projeto que compreenda o funcionamento de determinado espaço, ou de vários que se relacionam.

Os hospitais da Rede Sarah não poderiam faltar nas referências, pois estes são arquitetura clássicas brasileiras, e que nos ensinam muito, a ousadia de Lelé fez com que se mudasse o olhar brasileiro para arquitetura hospitalar. E com certeza teremos um post exclusivo sobre estas obras.
Não podemos esquecer que os equipamentos utilizados nesses espaços são diferenciados, e muito pesam muito, com isso já deve ser projetado um espaço que aguentará essa carga. A acessibilidade (assim como em outros projetos) deve ser uma das prioridade, para que facilite a circulação e atendimento do usuário. Dando muita atenção para rampas, escadas, elevadores e circulação.

Este é um projeto modular, e que tem sua distribuição muito bem aproveitada. Separei ele pois o terreno proposto para nosso projeto tem algumas características em comum, e por mais que será somente um UPA 24h, teria a possibilidade de expansão.
O local de sua implantação também influenciará e contribuirá para o desenvolvimento do projeto, do mesmo modo que o projeto influenciará e impactará (positivamente ou negativamente) o local onde está implantado. Os fluxos, conexão do interior e exterior, função de cada ambiente, iluminação e ventilação natural, sinalizações, entre outras coisas, são de extrema importância na escolha de partidos, bem como nas soluções projetuais.

Neste projeto encontramos a comunicação da psicologia ambiental com a arquitetura. E isso me alegra. Funcional, alegre, dinâmico, e convidativo, claro que toda criança vai sentir vontade de entrar.
Bom, eu vou começar todo esse processo para que consiga desenvolver um bom projeto. Mas o que vemos durante a faculdade (principalmente a minha que é noturna), é que são muitas coisas para pouco tempo. Um projeto desse você não desenvolve em 4 meses (e contanto que temos todas as outras disciplinas), por esse motivo é muito complicado se dedicar em todas matérias do semestre e ainda desenvolver um projeto top. Mas esse é o desafio, e tudo que não quero nesse momento é desistir. Por isso minha meta desse semestre é buscar fazer o básico, e conseguir. E não pensar em algo mirabolante e desistir no meio do processo.


Já esse hospital me chamou atenção por ser uma obra horizontal com só 1 pavimento. Sua simplicidade também se destacou, assim como características que o tornaram único.
Por isso me acompanhe por aqui, instagram e youtube, para acompanhar tudo que compartilho!

Fonte imagens: archdaily.com.br.

Aproveite para nos acompanhar nas nossas redes sociais:



Bisou, Helo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque aqui sua dúvida, sugestão, opinião... obrigada por acessar o blog.

DESCOBRINDO AS CORES | GUIA DE CORES | EP 1

Olá pessoal!!! Hoje dou início a nossa primeira série de vídeos lá no canal!, o GUIA DE CORES!! Serão 5 vídeos, toda segunda-feira d...