Um cantinho para relaxar

Olá Pessoal! Amanhã é feriado e nada melhor do que tirar um tempinho para descansar, relaxar, respirar um pouco! Muitas vezes na correria do dia-a-dia não paramos em nenhum instante e esquecemos de cuidar do nosso bem estar. Hoje vou trazer para vocês algumas imagens para você se inspirar e montar um cantinho na sua casa ou jardim para ter momentos de descanso e curtir um pouco você! Vamos conferir?








Gostaram? Um ótimo feriado a todos!! 

Bisous,

Análise de referências - Arquiteto Paulo Jacobsen

Olá! Hoje vim postar para vocês um trabalho apresentado para a disciplina de Projeto 1 do curso de Arquitetura e Urbanismo! Nesse trabalho tínhamos que fazer uma análise de referências sobre uma obra de um arquiteto, no meu caso do Paulo Jacobsen. Amei fazer esse trabalho e conhecer um pouco mais sobre a forma de arquitetura que Jacobsen trabalha. Espero que vocês gostem também.













É isso pessoal, talvez pareça pouca coisa, mas deu bastante trabalho. Se tiverem dúvidas é só deixar nos comentários ;)

Bisous,

The Lotus Building


Inaugurado em 2013 na China, o Lotus Building, uma obra escultural e com volumetria inspirada na flor de lótus. Construído sobre um lago artificial, o volume escultural é iluminado externamente por meio de um sistema que altera o padrão de coloração a cada 20 segundos.
O edifício fica situado no coração de Wujin, sua estrutura tem mais de 35 mil m², e se integra a paisagem do Parque do Povo a sua volta, edificado para ser um marco cultural e cívico de sua sociedade.


Composto de espaços cívicos e públicos sua localização é privilegiada, em uma área de grande expansão ao sul. O edifício abriga parte do Gabinete de Planejamento, salas de exposição e salas de reunião. 




Assim como a flor de Lótus, a arquitetura parece flutuar sobre o lago em que se encontra, refletindo as pétalas que formam a proteção solar. Os visitantes entram por baixo, quando chegam ao edifício o espaço se revela como uma catedral iluminada, esse trajeto reúne muito simbolismo e espiritualidade, como um caminho para a purificação e ao mesmo tempo a visão da pequenez humana diante do divino.
Elementos estruturais de aço inoxidável funcionam como molduras para os painéis de vidro, que revestem tanto as “pétalas” externas quanto o edifício principal. No interior, todos os componentes do ambiente se juntam a fim de criar um padrão visual contínuo, que se desdobra no topo do edifício para criar um lustre suspenso a sete metros do chão.Para minimizar o consumo de energia, o projeto previu a implementação de 2,5 mil painéis geotérmicos, dispostos no fundo do lago artificial, enquanto a água pré-existente é utilizada para resfriar ou aquecer o sistema de ar condicionado durante dos meses de verão e inverno, respectivamente.






O Centro de Lótus já se tornou o mais conhecido edifício em Wujin, contribuindo para a vida social e cultural da cidade.


Architect - Studio 505.

Fontes:
http://arcoweb.com.br/noticias/arquitetura/centro-cultural-formato-flor-lotus-inaugurado-china
http://www.arquidicas.com.br/edificio-lotus-wujin-china/
http://grandearquitetura.com.br/lotus-building-o-edificio-de-flor-de-lotus-na-china/
http://wwwo.metalica.com.br/centro-de-exposicoes-e-conferencias-de-wujin
http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=33913
http://www.menteinversa.com.br/curiosidades/incrivel-predio-com-formato-de-flor-de-lotus-na-china
http://www.studio505.com.au/work/project/the-lotus-building/38

Gostaram? Compartilhem com seus amigos!!

Bisous, 

Decorando com Baú


Os Baús além de serem super decorativos tem funcionalidade. Armazenam objetos e ainda podem ser usados como mesa de apoio, mesa de centro, banco, aparador, baú de jardim, claro que tudo vai depender de sua estrutura e material. Os baús de madeira maciça ou ferro podem ser acrescentados almofadas, tecidos e se tornar um lindo banco. Servem também como apoio para livros, toalhas, auxiliando na organização da sua casa.
Para escolher o ambiente onde ele ficará você deve avaliar alguns itens, como, a cor, textura, material, tamanho, modelo e assim você identificará o melhor lugar para ele. Ainda você pode escolher se quer integrar ele ao ambiente e deixá-lo mais reservado ou colocá-lo em um lugar de destaque.
Existem também aquelas caixas baú que vem com jogos de louça de porcelana, elas também podem ser usadas como mesa lateral, criados, etc...
Selecionamos algumas imagens para você se inspirar mais:











Gostaram? Então corre atrás de um baú para complementar a decoração da sua casa!!

Ah, não esqueçam de curtir a página do blog ArchLife.

Bisous, 

Jardim Clássico Francês


Salut! Hoje vamos conhecer um pouquinho mais sobres os clássicos jardins franceses, que nos encantam por sua composição e harmonia. Vamos conferir?

Nos finais do século XVI desenvolveram-se os parterres franceses, que alcançaram o seu expoente máximo com André Le Nôtre. Este arquiteto, partindo do estilo italiano, impôs uma concepção de jardim onde convivem os espaços abertos com parterres estilizados de pronunciadas formas geométricas. As residências reais francesas de Saint-CloudMarly e Versalhes são excelentes exemplos deste estilo.
Castelo de Saint-Cloud.
jardim Marly-le-ROI.
jardim de versalhes
O jardim clássico francês é considerado o mais rígido e formal de todos os estilos, se destaca por suas influentes características, como pelas linhas geométricas e simetria no traçado, que fazem com que fazem com que através dos círculos, triângulos, semicírculos, retângulos pareça ser um desenho feito com régua e compasso. 
Os caminhos nesse jardim caracterizam-se por serem largos e bem definidos, com cercas vivas e arbustos compactos, verdes e perfeitamente topiados. As pedras são pouco utilizadas e restringem-se a pedriscos ou lajes nos caminhos. As curvas francesas são muito utilizadas, de forma organizada e simétrica, sem jamais perder a formalidade.
Se há uma palavra que possa definir os jardins franceses é “grandiosidade”. Os espaços milimetricamente pensados para a construção do jardim precisavam ter ares de monumentos assim como os castelos e mansões, fazendo com que estes jardins sejam uma extensão verde e viva das edificações. O traçado dos caminhos obedece a uma “planta baixa”, onde as trilhas forradas com cimento ou placas cerâmicas são adornados por plantas que possam sofrer a intervenção da topiaria, como cercas vivas vigorosas, lenhosas ou semi-lenhosas com folhas firmes, como o viburno, o buxinho, a murta e o cipestre.
As roseiras, tulipas, azaleias, ciprestes e buxinhos dominam esse estilo, colorindo e quebrando o ar bucólico e sério deste jardim. Mesmo assim, são vistas apenas em canteiros delimitados ou em vasos e jardineiras. Outras flores podem ser utilizadas,principalmente as originárias de clima temperado e mediterrâneo.

Outros elementos também podem fazer parte, como lagos, bancos, colunas, caramanchões, luminárias, esculturas, etc, desde que se integrem ao estilo. Ao contrário de outros estilos, o jardim francês exige adornar construções de estilo sóbrio e formal, sob pena de perder seus objetivos.

O estilo do jardim francês no Brasil, pode ser observado no Museu do Ipiranga em São Paulo.Obra do paisagista belga, Arsênio Puttermans, em 1909.

Museu do Ipiranga.
Bibliografia:
http://www.suelicasagrande.com.br/pagina/jardim-classico-ou-formal
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_jardinagem
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Parc_saint-cloud.jpg
http://trendtips.com.br/look-do-dia-versailles/
http://www.orlean.com.br/blog/index.php/2014/11/embarque-no-visionaire-2015-jardins-de-andre-le-notre/
http://www.jardineiro.net/jardim-frances.html
http://jardinagemepaisagismo.com/o-jardim-frances-classico-por-excelencia.html

Gostaram? Compartilhem com seus amigos!!

Au revoir! Bisous;

DESCOBRINDO AS CORES | GUIA DE CORES | EP 1

Olá pessoal!!! Hoje dou início a nossa primeira série de vídeos lá no canal!, o GUIA DE CORES!! Serão 5 vídeos, toda segunda-feira d...