Organizando o Closet


Manter o closet organizado é o sonho de todos, sapatos, acessórios, roupas, tudo no seu devido lugar. Hoje vamos trazer dicas para você conseguir se organizar melhor. Vamos conferir?

Checklist: O primeiro passo para conquistar o closet perfeito é projetá-lo de acordo com os itens que serão guardados. Assim, pegue papel e lápis e faça uma relação de quantos vestidos, camisas, saias, bolsas, sapatos, enfim de tudo o que você tem. É o número de peças que determinará o dimensionamento de nichos, gavetas, cabideiros e prateleiras.

Aberturas: Quanto maior for a abertura da porta, melhor será a visualização interna do armário, o que na hora de se vestir faz toda a diferença. Pode-se optar pelas de abrir ou de correr (essas últimas, perfeitas para áreas pequenas, pois não roubam o espaço da circulação). 

Transparência: Gavetas com frente de acrílico são ótimas no dia a dia. O visor agiliza a localização das peças, evitando que se desarrumem as pilhas. Cuidado com o visual: por serem transparentes, as gavetas devem estar sempre em ordem.

Ton sur ton: Seja nos cabides, nas prateleiras ou nas gavetas, um jeito esperto de manter a ordem e acelerar a localização das peças é separar as roupas por cor.

Sapatos à parte: Por mais apaixonados que somos por calçados, não dá para esquecer que eles trazem na sola as impurezas da rua. Portanto, o ideal é ter a sapateira num módulo isolado, longe das roupas. Se for impossível, reserve a parte mais baixa dos armários para os pares, há menos risco de contato. Para conservá-los e facilitar a escolha guarde os sapatos dentro de saquinhos com visor, sempre um modelo por embalagem.

Desapegue: De nada adiantará todas essas dicas se a quantidade de roupas e acessórios não parar de aumentar nos seus armários. O conselho de ouro de Brunete Fraccaroli é o seguinte: sempre que comprar um vestido, um sapato, uma bolsa, desfaça-se de duas peças que não usa mais (um indicador confiável é o período de seis meses). Se os itens estiverem em bom estado, doe. A ação ajudará quem precisa e a ordem e as boas energias do closet serão mantidas.

Falta espaço?: ntão incorpore o seu closet dentro do quarto. Faça armários em torno da cama e prefira as portas de correr espelhadas, para não comprometer a passagem e dar a sensação de amplitude. 

Enroladinhos: Esse é o jeito mais prático de guardar os cintos. Pendurados, eles vivem caindo e tumultuando o interior dos armários. Já quando mantidos enrolados dentro de gavetas, eles se preservam melhor e não somem entre as roupas.

País tropical: Apesar de no ano serem poucos os dias de frio intenso, não se pode abrir mão das roupas pesadas de inverno. Para que elas não ocupem o lugar de itens mais usuais, destine também para esses trajes um corpo de armário separado.

Sem embaraço: Colares e correntes ficam mais fáceis de serem localizados quando pendurados em cabides. Dispostos assim, também não correm o risco de se enroscarem uns aos outros, fazendo você perder minutos preciosos na hora de se trocar.

Enxoval nas alturas: Um jeito prático de organizar as roupas de cama é reservar para elas toda a parte superior dos armários. Uma escadinha ajuda a guardar as peças, que se mantêm bem passadas até o próximo uso.

Espelho, espelho meu: Impossível pensar num closet sem espelhos. Eles são fundamentais para revelar nossa real aparência. Assim, use e abuse desse elemento. O ideal é distribuí-lo de forma que possamos nos ver de vários ângulos. Vantagens extras: torna o ambiente visualmente maior e amplifica a iluminação.

Alta tensão: Ter pelo menos uma tomada no ambiente é importante. Ela será de grande ajuda na hora de dar aquela última alisada no traje escolhido com o ferro de passar. Prefira vaporizadores para as roupas pretas e para as de tecido delicado, pois o equipamento pode ser usado na vertical, com o traje ainda no cabide.

Longos impecáveis: Vestidos e casacos compridos pedem nichos de no mínimo 1,65 m de altura. Menos que isso a barra ficará amassada e você terá uma desagradável surpresa ao vesti-los. Outra dica preciosa, que vale para as demais peças também: para não amarrotar as roupas, a distância entre os cabides deve ser de 5 a 10 cm.

Luz e ação: Iluminação é tudo num closet. Para não mascarar a cor das roupas e enxergar detalhes ao se vestir, a receita ideal reúne luz difusa (halógenas em sancas) e luz orientada (dicroicas embutidas no teto, voltadas para a parte interna dos módulos).

Piso e parede: O melhor revestimento para o chão do closet é o carpete. Agradável de pisar descalço, ele não puxa fios, assim nunca vai danificar suas lindas meias de náilon. Quem é alérgico, pode optar pela madeira. Já nas paredes, papel vinílico é uma ótima pedida. Lavável, não acumula pó.

Complementos importantes: Um pufe no centro do closet traz conforto nos momentos da decisão do que vestir e de calçar as meias e os sapatos. Um gaveteiro volante organiza melhor óculos, relógios, pulseiras e a rotina de seu usuário. Boa ideia: com tampo de vidro, ele deixa a mostra o conteúdo da primeira gaveta. Se você tem vida social intensa, vale a pena possuir um mini salão de beleza junto à área dos armários. O da arquiteta Brunete Fraccaroli concentra lavatório, servido por poltrona massageadora, e bancada com espelho em que ficam expostos os acessórios de cabeleireiro e manicure.

E ai, curtiram as dicas? Então corra organizar o seu!

Fonte: Casa Abril.

Bisous, Helo.

Um comentário:

  1. Não tenho closet mas tenho um enorme roupeiro e tento deixar td organizadinho mas pensa num maridão bagunceiro? é o meu rsrsrs
    participando do seu sorteio, bjs e Obrigada pelas dicas!!!

    ResponderExcluir

Coloque aqui sua dúvida, sugestão, opinião... obrigada por acessar o blog.

DESCOBRINDO AS CORES | GUIA DE CORES | EP 1

Olá pessoal!!! Hoje dou início a nossa primeira série de vídeos lá no canal!, o GUIA DE CORES!! Serão 5 vídeos, toda segunda-feira d...